Dossiê: Teriam bases alienígenas sido descobertas nas montanhas Bucegi, na Romênia?


Formação rochosa nas Montanhas Bucegi, conhecida como ‘as velhas senhoras’.
Não há prova alguma de que o texto que aqui relatado seja verdadeiro, não passando de somente mais uma teoria da conspiração, contudo, seguindo nossa filosofia, vamos publicar aqui informações relevantes ao nosso tema principal (para que nossos leitores tenham acesso às mesmas e pesquisem para que cheguem às suas próprias conclusões), aqui está o artigo que foi publicado no site humansarefree.com e traduzido por OVNI Hoje!, indicado por um de nossos leitores:

I. Breve introdução:

No verão de 2003, numa área inexplorada das Montanhas Bucegi, uma equipe de Departamento Zero (uma seção do Serviço de Inteligência Romena – SIR), fizeram uma descoberta que poderia ter mudado o destino da humanidade. Os Estados Unidos exercitaram uma pressão diplomática colossal sobre o governo da Romênia, que queria divulgar a descoberta para todo o mundo.

As implicações se tornaram muito mais complexas devida a brutal interferência da Ordem dos Illuminati, os quais procuravam manter o controle, tanto do local da descoberta, quanto da expedição organizada pelos governos da Romênia e dos EUA.

Os especialistas sobre fenômenos estranhos, e também o líder de operações do Estado Romeno, Cezar Brad, é o ‘herói’ destes eventos chocantes que ocorreram nas Montanhas de Bucegi. Ele também teve duas reuniões memoráveis com um representante dos Illuminati, e um importante membro Bilderberg.



A localização da base alienígena dentro da montanha ‘Masivul Bucegi, na Romênia. Também, note as localizações da Esfinge (Sphinx) de Bucegi e dos monolitos Babele sobre a base alienígena.

II. Uma estranha visita do membro Bilderberg mais poderoso

Crédito: Panoramio.
Em maio de 2003, Cezar foi visitado por um personagem altamente importante. O pedido de reunião veia através do Serviço de Inteligência Romena – SIR, como resultado de um intervenção do governo. A pessoa era um estrangeiro, mas falava a língua romena muito bem. Ele também estava familiarizado como o país. O SIR informou a Cezar que o visitante era um alto membro de uma importante loja maçônica da Itália, ele era nobre, e tinha uma influência financeira muito forte dentro da Romênia.

Sua influência política também era muito alta, já que ele era capaz de penetrar o muro dos agentes SIR e alcançar o Departamento Zero – DZ.

Cezar sentiu uma grande pressão e peso ao redor desta pessoa. Ele estava cercado por uma nuvem de radiação pesada e desagradável, a qual ocultava suas intenções verdadeiras. Para essa reunião, Cezar se preparou de forma aprofundada, isolando-se numa sala e entrando num estado de profunda meditação, a fim de aprender mais sobre a pessoa.

O helicóptero do SIR trouxe este alto e arrogante cavalheiro, o qual usava um terno preto. Ele tinha uma bengala com o cabo de marfim e detalhes em ouro. Sua face expressava dureza e seus olhos verdes tinham um efeito estranho, irradiando uma frieza fora do normal. Ele se apresentou como Senhor Massini (provavelmente não era seu nome verdadeiro). Ele era muito confiante em seu poder e criou a impressão de ser uma pessoa acostumada a dar ordens.

Ele era o líder de uma das mais importantes lojas maçônicas da Europa e também uma das organizações maçônicas mais importantes do mundo: o Grupo Bilderberg.

Massini era muito direto e declarou que há dois tipos de humanos: aqueles que podem ser manipulados e dirigidos (estes são a maioria), e aqueles que têm certas virtudes e personalidades fortes. Ele disse que seu grupo faz parte da ordem maçônica mais alta e está muito interessado no resultado da discussão.

O Senhor Massini explicou que o Grupo Bilderberg não é uma loja maçônica, mas algo muito maior. Ele disse que as lojas só são fachadas e que o real poder está muito mais acima do trigésimo terceiro nível hierárquico. Massini convidou Cezar a se unir ao grupo, informando-o de que ele teria muitas vantagens.

De acordo com Cezar, Massini era tanto fisicamente quando psicologicamente forte, o que contrastava com sua idade. Infelizmente para ele, seu poder estava centrado num enorme ego, arrogância e um senso de superioridade sobre o resto das pessoas.

Massini informou Cezar que pediu por ele pessoalmente, usando sua influência política, porque estava impressionado com o poder psíquico de Cezar.


III. O Pentágono faz espionagens com satélites

A ‘Esfinge’ romena.
Um satélite do Pentágono, utilizado para espionagem geodésica, com base em tecnologia biônica e ‘shape waves‘, descobriu em 2002 uma unidade separada numa área específica das Montanhas Bucegi. O espaço vazio dentro da montanha não tinha nenhuma correlação com o lado de fora e parecia ter sido escavada pelo lado de dentro, por seres inteligentes. Definitivamente, não era uma caverna. A varredura por satélite da montanha revelou dois grandes blocos energéticos. Estas barreiras foram feitas por energia artificial. A primeira era como uma parede energética, bloqueando o acesso ao túnel, enquanto a segunda tinha a forma de uma cúpula, e era localizada no lado oposto do túnel, próxima ao centro da montanha. Massini tinha certeza de que dentro da cúpula eles descobririam algo importante.

Ele tinha um profundo conhecimento sobre a origem da descoberta e sabia da existência de pelo menos um item localizado dentro da grande área hemisférica. O túnel e a cúpula estavam estranhamente alinhados com formações rochosas do topo da montanha, conhecidas como “Babele” e a “Esfinge de Bucegi”.

IV. Uma estrutura similar no Iraque

A equipe do Pentágono notou que a barreira de energia hemisférica tinha a mesma frequência de vibração e o mesmo formato da outra estrutura subterrânea secreta que eles haviam descoberto anteriormente próxima a Bagdá, no Iraque. Logo após a descoberta, foi dado início à guerra no Iraque e após alguns meses, os estadunidenses tiveram acesso ao maior segredo da região – do qual os iraquianos não sabiam nada a respeito.

Massini explicou ao Cezar que o conteúdo dessa descoberta tinha a ver com o misterioso passado da Terra e a história das organizações secretas. Quando a investigação do Pentágono percebeu as similaridades entre as estruturas subterrâneas de Bagdá e das Montanhas Bucegi, Massini e sua loja maçônica se tornaram extremamente agitados. Inicialmente, eles quase entraram em pânico. O pânico era devido ao fato desta estrutura, muito maior e mais complexa do que a do Iraque, estar em território romeno.
Localização da base alienígena no mapa da Romênia.

Aparentemente, a Romênia tem um provável papel importante na queda das sociedades secretas que controlam o mundo e escravizam a raça humana. Também foi sugerido que em algum lugar acima das Montanhas Bucegi, uma pirâmide energética esteja localizada, a qual é visível a olho nu e contém a história real de nosso planeta.

Massini trouxe ao local de escavação uma máquina ultra sofisticada de perfuração de rocha, usada pelos militares dos EUA. O aparelho usava um poderoso jato de plasma e um tipo de campo magnético rotacional, que literalmente derretia a rocha sem nenhum esforço.

V. Os segredos das Montanhas Bucegi – Ano 2003.

Eles foram capazes de conseguir uma penetração de aproximadamente 60 a 70 metros da primeira barreira energética, e alcançaram a primeira galeria, que parecia como um túnel de metrô. Suas paredes eram perfeitamente polidas. No final do túnel havia um enorme portão de pedra, que estava protegido por uma barreira energética invisível. Três membros da primeira equipe especial de intervenção tentaram tocar a porta e imediatamente morreram de falência cardíaca. Qualquer objeto (rocha, plástico, metal ou madeira) jogado contra a barreira imediatamente virava pó. Dois generais do Pentágono e um conselheiro presidencial dos EUA chegaram ao local.

VI. A grande galeria

Além desta formidável barreira energética, que causou a morte em três pessoas, também havia um portão de rocha sólida. Na parede do túnel, bem na frente do portão, havia uma área de 20 centímetros quadrados, sobre a qual estava desenhado um triângulo equilátero apontando para cima. O quadrado estava localizado entre um enorme portão de rocha e uma barreira energética invisível.


Cezar sentiu que havia algum tipo de compatibilidade entre a barreira energética e ele mesmo, algo como uma ‘simpatia’ mútua. Sua mão tocou levemente a superfície da barreira energética e ele sentiu um formigamento em sua pele. O escudo era completamente inofensivo a ele, assim ele deu um passo a frente, passando através dele. As autoridades dos EUA ficaram absolutamente espantados.

Cezar estimou que a barreira teria não mais do que 1 polegada (2,5 cm) de espessura.

Ele tocou o desenho do triângulo localizado no centro do quadrado, e o gigantesco portão de rocha silenciosamente deslizou para a esquerda, indo para dentro da parede. Aquele comando também cancelou a barreira energética, dando-os acesso à enorme sala, que foi mais tarde chamada de “A Grande Galeria”.

Embora não havia uma fonte de luz visível, a Grande Galeria era perfeitamente iluminada.

Após desligar a primeira barreira energética, o enorme escudo hemisférico no outro lado da galeria de repente vibrou num tom mais alto e começou a emitir radiações mais altas.

Uma análise mais detalhada mostrou que a parede dentro da Grande Galeria parecia ser sintética, mas também parecia que algo orgânico fazia parte dela. Ela tinha a cor de óleo, mas os reflexos eram verdes e azuis.

Testes feitos mais tarde revelaram que o material da parede era algo áspero ao toque, mas não podia ser riscado ou dobrado. O material aguentou todas as tentativas de perfuração ou corte. Mais tarde, os cientistas tentaram queimar o material mas, de forma misteriosa, as chamas eram absorvidas para dentro dele, deixando-o intocável.

Os cientistas estadunidenses concordaram que o material era uma combinação misteriosa de matéria orgânica e inorgânica. Após uns 80 metros, a galeria virava repentinamente para a direita, num ângulo agudo. Mas adiante, uma luz azul cintilante podia ser vista. A luz azul no final da galeria era o reflexo de um escudo de energia protetor.

VII. Uma base similar no Iraque

O conselheiro dos EUA sobre assuntos de segurança nacional recebeu um telefonema e foi notificado que o escudo energético de Bagdá, no Iraque, tinha sido repentinamente ativado, e também estava pulsando em alta frequência.

Na frente do escudo de Bagdá, um holograma de nosso planeta apareceu, o qual sequencialmente e progressivamente desenhou o continente europeu, então se moveu para o sudeste, depois mostrou as Montanhas Bucegi da Romênia e, finalmente, mostrou sua própria localização dentro do corredor da estrutura. Era óbvio que os dois escudos hemisféricos de energia estavam em conexão direta.

Basicamente, a base do Iraque tinha sido notificada sobre a presença de pessoas dentro da base na Romênia.

A má notícia era a de que a presidência dos EUA foi notificada e contatou a diplomacia romena. Em somente alguns minutos toda a operação havia sido revelada, e o plano do Lord Massini foi por água abaixo.

A presidência dos EUA demandou o controle sobre a base secreta e toda a operação. Os políticos romenos, que não sabiam ainda sobre a operação secreta em andamento, entraram em pânico.

Os generais do Pentágono, presentes na cena, tinham sido informados que Washington demandava uma reunião urgente.

VIII. Reunião emergencial do CSAT (Supreme Defense Council – Conselho Supremo de Defesa)

Uma sessão de emergência do CSAT tinha criado uma grande onda de ‘simpatia’ pelo Departamento Zero. A maioria estava tremendo devido a notícia que haviam recebido. A decisão do CSAT foi a de continuar a pesquisa, mas sob o controle completo do Departamento Zero. Eles também tinham demandado um inventário de tudo encontrado na Grande Galeria.

De Bucareste (capital da Romênia), as ordens vieram em ondas, cancelando umas às outras. Algumas eram muito veementes e estritas, enquanto outras muito esquivas – denotando uma grande tensão.

O membros do CSAT estavam em sessão contínua, mantendo-se em comunicação com a equipe das Montanhas Bucegi. Após discutirem tudo por horas, eles tinham decidido tornar pública a descoberta. O governo romeno iria formalizar uma declaração para todo o mundo. Alguns membros do CSAT estavam veementemente opostos à esta decisão.

IX. A declaração oficial romena

Quando a diplomacia dos EUA tinha sido informada de que a Romênia iria revelar a descoberta, tudo se tornou caótico. O Presidente foi chamado para uma conversa direta com a Casa Branca. Dentro de horas, os EUA bloquearam todas as transações financeiras com a Romênia. A Romênia estava prestes a declarar um “Estado de Emergência” nas Montanhas Bucegi e na capital.

As conversações entre as autoridades estadunidenses chegaram em Bucareste e o Departamento Romeno de Emergências se instaurou sem um tradutor. As autoridades estadunidenses foram verbalmente violentas, constantemente gritando e ameaçando as autoridades romenas.

A revelação oficial da Romênia para o mundo teria mostrado evidência fotográfica e tudo mais que fosse essencial para uma completa clarificação do caso. Cientistas e pesquisadores de todo o mundo seriam convidados para a condução de estudos aprofundados.

Mas mais importante que isso, seria revelada a verdade sobre o distante passado da humanidade e sua real história – que, de acordo com o que Cezar testemunhou dentro da Grande Galeria, é quase toda forjada.

A reação do governo dos EUA foi tão brutal porque aquela revelação teria acabado com sua influência e poder global num instante. A razão oficial citada pelos EUA por tal reação, foi para não criar pânico no mundo.

Também houve uma intervenção do Vaticano, chamado para moderar perante este grande degrau fundamental para a humanidade.

O Papa prometeu disponibilizar certos documentos antigos dos arquivos papais secretos para o estado romeno, os quais foram de grande importância para a Romênia. Os documentos davam apoio às descobertas.

Após 24 horas de negociações, um acordo final foi alcançado entre a Romênia e os EUA. O estado romeno iria adiar a revelação, e gradualmente apresentar tudo para a população.

X. O Salão de Projeção

A Grande Galeria finalizava abruptamente com um grande auditório de 30 metros de altura e o comprimento de 100 metros. O Salão de Projeção era menor em tamanho e era protegido por um escudo energético.

Avançando em direção ao escudo, uma porção dele desapareceu, em forma de uma porta, permitindo assim acesso para dentro. O escudo protegia o salão de qualquer influências externas. Uma vez dentro do salão, o escudo se tornou compacto e parecia como uma parede dourada-esbranquiçada.

Basicamente, o escudo formava este salão em forma de cúpula, com paredes e tetos curvados. No final do salão, à altura de aproximadamente 10 a 12 metros, o escudo terminava onde tocava a parede de pedra.

Nesta parede havia três enormes túneis: um localizado diretamente em frente e o outros dois simétricos em ambos os lados. Eles estavam acessos por uma luz difusa de tonalidade verde. Ambos os lados decidiram proibir o acesso a estes túneis e um protocolo foi assinado entre eles.


XI. Mesas para gigantes.

Uma série de enormes mesas estavam dispostas ao longo das paredes direita e esquerda (cinco de cada lado), seguindo sua curvatura. As mesas tinham aproximadamente 2 metros de altura.

Os topos das mesas contavam com gravações precisas, de diferentes símbolos, uma escrita desconhecida e caracteres que se assemelhavam ao cuneiforme antigo. As escritas também continham mais símbolos gerais, tais como triângulos e círculos. Embora os símbolos não fossem pintados, eles tinham uma luz fluorescente irradiando deles em várias cores, diferentes para cada mesa.

Em algumas das mesas havia diferentes objetos, que pareciam ser ferramentas técnicas. De muitas destas ferramentas fios brancos translúcidos desciam até o piso e adentravam caixas retangulares brilhantes como a prata. Estas caixas estavam colocadas diretamente sobre o piso.

Quanto inspecionados de perto, os cabos eram extremamente flexíveis e leves, e pulsos de luz podiam ser vistos circulando ao longo de seus comprimentos. Cada vez que alguém se aproximava das mesas, uma projeção holográfica era automaticamente ativada, apresentando aspectos de um campo científico em específico. As três imagens dimensionais eram perfeitas e tinham a altura de quase dois metros e meio.

As projeções eram automatizadas, mas ao mesmo tempo muito interativas, e mudavam de acordo com o símbolo tocado na superfície da mesa.

Alegado esqueleto gigante que teria sido desenterrado na década de 1970, dentro de uma minha de ouro na Romênia, em Rosia Montana.

XII. Uma grande descoberta: Combinações de DNA entre espécies de extraterrestres

Devido a altura das mesas, os cientistas usaram tripés especiais para subir até uma altura confortável. Ali eles observaram um material escuro similar a um vidro que cobria o topo das mesas. O material era dividido em vários quadrados grandes, cercados por linhas retas, que formavam algum tipo de grade.


Uma das mesas continha informação sobre o campo da biologia e projetava imagens de plantas e animais, algumas das quais completamente desconhecidas pelos cientistas. Após tocar um dos quadrados, um holograma apresentando a estrutura de um corpo humano foi ativado. O holograma estava constantemente rodando e realçando várias áreas do corpo humano. Ao tocar outros quadrados, holografias de seres extraterrestres de outros sistemas planetários eram projetadas. Tocando simultaneamente dois diferentes quadrados, uma análise científica completa era projetada, mostrando o DNA de ambas as espécies e as possibilidades de compatibilidade entre os dois. Nos lados, em linhas verticais, havia explicações escritas no mesmo alfabeto alienígena. Ao final da simulação, um cruzamento entre as duas espécies era mostrado.

XIII. Gigantes reais

Julgando pelo tamanho de todos os objetos dentro do Salão de Projeção, os criadores daquele edifício provavelmente eram seres muito altos. Uma confirmação de esqueletos humanoides na Romênia pode ser encontrada num jornal chamado “Ziarul”:

“A equipe do jornal está acompanhada pelo pesquisador Vasile Rudan, o qual disse que as pessoas do vilarejo de Bozioru possuem evidência concreta: um cemitério com esqueletos de gigantes. Isto foi descoberto por acaso há mais de 20 anos, quando autoridades decidiram plantar macieiras no vilarejo de Scaieni. Ao cavar por sobre uma colina, os moradores descobriram enormes esqueletos, medindo mais de 2,40 metros.
Dragoi Ilie, um dos que trabalhou no pomar de maçãs, nos levou até o local. O Sr. Ilie nos mostrou ao redor do pomar: ‘Em todos os locais há túmulos de gigantes. Estávamos cavando buracos para plantar as mudas, quando encontramos uma cabeça humana grande como uma abóbora. Nenhum de nós tinha alguma vez visto algo assim. Estávamos todos maravilhados. Cavando mais além, encontramos alguns ossos de pés tão grandes quanto estacas de vinhedo. O morto devia ser muito grande‘ “

XIV. A biblioteca do Universo

O Salão de Projeção continha informações detalhadas de campos como a física, cosmologia, astronomia, arquitetura, tecnologia, biologia, genética e até mesmo religiões. Devido ao fato de conter tanta informação, o salão foi comparado à uma biblioteca.

No meio do salão havia uma área similar a um pódio, a qual continha um aparelho interessante. Os cientistas especularam que poderia ter sido um aparelho para aumentar várias funções cerebrais.

XV. O Painel de controle da Romênia

Ao lado do aparelho havia um painel de comando, coberto com vários símbolos geométricos, em cores diferentes. Também havia duas alavancas e um botão vermelho no centro do painel, sobre todos os outros comandos. Uma simulação holográfica explicava o propósito do botão. Ele mostrava uma imagem das Montanhas Carpátias, vistas de 25 km de altura, e ao lado uma enorme quantidade de água inundava as terras baixas e planícies.

Ao lado dos territórios da Romênia, Hungria e Ucrânia mais corpos de água apareciam, indo em direção ao planalto da Transilvânia, na forma de grandes rios. A imagem focava no território romeno e mostrava a maior parte de sua superfície coberta por água de um grande mar. Alguns dos picos das montanhas mais altas podiam agora ser vistos como pequenas ilhas.

Depois, as águas começaram a descer logo que as alavancas encontradas no painel foram ativadas, deixando embaixo d’água somente uma pequena área na montanha Retzat Godeanu. Um verdadeiro manual.

XVI. Uma ânfora misteriosa

Atrás do painel de controle havia um pedestal quadrado, de aproximadamente 3 metros de cada lado, sobre o qual estava uma misteriosa ânfora. Lord Massini tinha conhecimento de sua existência e, para ele e sua elite maçônica, esta era a descoberta mais importante.

A ânfora continha um pó branco muito fino. Os pesquisadores ficaram consternados em descobrir que o pó era uma formula altamente pura de ouro monoatômico, com uma estrutura cristalina desconhecida.

O pó de ouro em sua forma pura grandemente estimula certas trocas de ondas e energia a nível celular e neural. Isto causa um processo acelerado de rejuvenescimento.

Teoricamente, um homem pode viver no mesmo corpo físico por vários milhares de anos, contanto que ele consuma de tempos em tempos uma quantidade bem definida de pó de ouro monoatômico. Isto explica muitos aspectos intrigantes sobre a incrível longevidade de algumas figuras importantes e revela parte das intenções escondidas da elite global.

Formação rochosa nas Montanhas Bucegi, conhecida como ‘as velhas senhoras’.

XVII. A real história do nosso planeta

Por detrás da ânfora, no meio do quadrado, havia uma grande cúpula que projetava hologramas. Ela mostrava os aspectos principais do passado distante da humanidade, desde seu início. Cezar explicou que, de acordo com as imagens projetadas pelo holograma, aproximadamente 90% da história oficial humana é falsa. A teoria da evolução de Darwin também é incorreta.

A verdadeira origem do homem é mostrada em forma holográfica condensada. Após estas lições sobre a verdade, podemos dizer que 90% da história oficial da raça humana é falsa. Inacreditável, mas o que agora é considerado de ter acontecido em nossa história, nunca ocorreu, enquanto os assim chamados “mitos” e “lendas” são quase que inteiramente verdadeiros.

Também, a maioria das teorias arqueológicas são falsas. Por exemplo, os dinossauros não foram extintos há 65 milhões de anos, e os velhos continentes de Lemuria e Atlantis realmente existiram. Esta estranha versão causou muitos problemas e conflitos entre as pessoas no nosso passado. Para uma datação correta dos eventos apresentados, um mapa estelar correspondente àquele período foi projetado no plano de fundo.

Embora o período de tempo coberto pelas projeções tenha sido muito amplo (várias centenas de milhares de anos), e o ciclo de procissão da Terra seja de 25.920 anos, através da observação do número de “anos Platônicos” (o ciclo de 25.920 anos) a data de cada evento foi possível de ser determinada. As Montanhas Bucegi têm de 50 a 55 mil anos.

XVIII. Revelações chocantes

Cezar viu o que aconteceu durante o assim chamada Grande Dilúvio e de onde a civilização humana se originou, mas ele decidiu não revelar isto, pois as revelações são muito chocantes para a mentalidade, a ideia e o conhecimento do homem contemporâneo.

Pessoalmente, eu acho que as pessoas como ele são também responsáveis pelo atual estado de falta de conhecimento e latência das espécies humanas. Temos sido contados mentiras e manipulados por milênios e quando estamos próximos da verdade, alguém decide que ainda não estamos prontos para escutá-la.

Esta é uma abordagem arrogante e egoísta! As pessoas estão mais preparadas hoje do que nunca, e quanto mais cedo a verdade for liberada, melhor será. O fato de possuir mais peças do quebra-cabeças os fará aceitar a verdade mais facilmente e, o que é mais importante, os convencerá de tomar ações contra os manipuladores e aqueles que os escravizam.

Numa demonstração de imagens perturbadora, a existência de Jesus e sua crucificação também estava presente. As projeções revelaram que muitos daqueles que testemunharam a crucificação vieram de outros períodos da história. Eles estavam usando os mesmos tipos de roupas do resto das pessoas, mas suas características faciais eram diferentes, assim estavam cobrindo suas faces constantemente. O holograma também apresentou fragmentos das vidas espirituais de outros personagens excepcionais do passado distante, inclusive de pessoas que não sabemos nada a respeito.

Naqueles tempos, a distribuição social e populacional era completamente diferente do que é conhecido hoje, assim os arqueólogos e antropólogos deveriam rever suas teorias desde seu início.

XIX. Os três misteriosos túneis

Os túneis descobertos tinham milhares de quilômetros de comprimento e levavam a três diferentes regiões do planeta. O túnel da esquerda conectava a base romena para uma outra base subterrânea ainda a ser descoberta em algum lugar do Egito (que hoje definitivamente já foi descoberta e explorada).

O túnel à direita levava à uma estrutura similar, mas menor, no “Planalto Tibetano”. Este túnel tinha três ramificações secundárias. Uma levava à uma área subterrânea próxima à cidade romena de Buzaru. A outra levava à base já mencionada do Iraque, enquanto a ramificação final levava à uma base subterrânea no Deserto Gobi, na Mongólia.

XX. O terceiro túnel – Um mundo secreto

O túnel do meio era o mais importante, tanto para Lord Massini quanto para o governo dos EUA, que fortemente pediu para ser mantido em segredo da população. Este túnel descia até profundidades extremas em direção a um mundo subterrâneo, localizado próximo ao centro do nosso planeta.

Aqueles que não estão familiarizados com a teoria da Terra Oca, atentem-se que há importantes indivíduos que apoiam esta teoria de que planetas são provavelmente ocos, e estas pessoas trazem interessantes argumentos científicos para apoiar suas alegações.

Também há algumas histórias interessantes e bonitas sobre pessoas que alegadamente viajaram para este mundo. Este reino é comumente conhecido como Agartha, e o terceiro túnel provavelmente ia direto para lá. Faz sentido que a elite não esteja interessada em tornar esta descoberta conhecida da população.

Foram feitas preparações intensas para expedições nos 3 túneis, da seguinte forma: a primeira para o Egito, a segunda para o Tibet, e a terceira para o núcleo da Terra.

Em 2009, um programa de TV romeno (Antena 1) apresentou brevemente estes eventos.


Vídeo via: Bogdan Florin


Vídeo via: cristisg1

Após a apresentação do programa, eles teriam recebido um telefonema anônimo com uma ameaça (último vídeo acima). Leia a transcrição do alegado telefonema:

Repórter A1: Alô, boa tarde!
Anônimo: Estamos enviando um alerta: tenha cuidado! Pare de falar sobre Bucegi!
RA1: Quem é você?
Anônimo: Esta informação deve permanecer a nível de algumas estruturas e não deve ser tornar pública! Você entrou num jogo perigoso. Você é jovem e tem família… há muitos outros assuntos para se falar neste país.
RA1: Senhor, quem é você?
Anônimo: Não queira nos conhecer e ser entrevistado por nós. Isto é tudo que tenho para dizer.

Texto de Alexander Light, HumansAreFree.com. (O resumo dos eventos foram tirados do livro: “Viitor cu cap de mort”, por Radu Cinamar, que é nome artístico de um escritor não revelado, que na opinião do autor deste artigo é o ex-General Emil Strainu. O autor do artigo baseou sua opinião no estilo de escrita extremamente similar e o fato do escritor ter tido acesso à esta base alienígena secreta)

E assim termina este documentário, com muitas informações, mas ao mesmo tempo faltando informações.

Seria a história relatada acima real? Mesmo se não for, trata-se de um belo exercício mental.

Uma coisa é certa, irrelevantemente do fato dela ser real ou não, para quem tem um cérebro e o usa, não é necessário acreditar nesta história para saber que aquilo que nos foi contado sobre nossa antiguidade deve, no mínimo, ser revisado, mas por pessoas com a mente aberta, e não pelos ‘professores da impossibilidade’, os quais cegamente e sem questionarem regurgitam para frente aquilo que lhes foi repassado nas instituições de ensino.

Fonte: humansarefree.com / Traduzido e comentado por n3m3 do OVNI Hoje!.

Hot da semana

Top 10 Países Mais Racistas do Mundo

O estranho e inexplicável fenômeno da chuva de pedras

10 Histórias de Navios Fantasmas