Agora é a vez de Plutão mostrar anomalias


A equipe científica da missão New Horizons, da NASA, liberou duas fotos coloridas do planeta anão Plutão e sua maior lua, Charon.

As fotos foram feitas através da combinação de imagens da câmera ‘preto e branca’ da sonda, chamada de Lorri, e sua câmera a cores, de baixa resolução, conhecida como Ralph.

Plutão e uma de suas luas, Charon. As manchas podem ser vistas no hemisfério oposto, após a sonda passar pelo primeiro encontro com Plutão.

Na foto acima, pode-se notar claramente a diferença em tonalidade entre Plutão e sua lua Charon.

Mas o que realmente chama a atenção são as manchas escuras que foram descobertas em Plutão, que tem 2.300 quilômetros de diâmetro. Cada uma dessas manchas tem aproximadamente 500 quilômetros de largura e a razão delas serem tão similares e espaçadas igualmente, ainda não está claro.

Sua predominância está no hemisfério que a sonda New Horizons não irá ver durante sua passagem próxima do dia 14 de julho. Porém, deverá haver uma grande oportunidade de estudá-las nos dias que antecedem o encontro.

“É um quebra-cabeças real – não sabemos o que estas manchas são, e mal podemos esperar para descobrir“, disse o principal investigador da New Horzons, Alan Stern, do Instituto de Pesquisas Sudoeste. “Também intrigante é a dramática e duradoura diferença nas cores e aparência de Plutão, comparado com sua lua mais escura e mais acinzentada, Charon.”

Como os cientistas pensam, se Plutão e Charon são produtos da colisão entre dois corpos primitivos nos primórdios do sistema solar, esperaría-se que fossem mais similares.

Os dados da nova aproximação da New Horizons esperançosamente irão fornecer a resposta.

A missão da NASA agora está se aproximando de Plutão e suas cinco luas. O momento da aproximação maior será em 14 de julho, quando a sonda ficará a somente 12.500 km da superfície de Plutão.

A sonda está se aproximando muito rapidamente – 13,6 km/s – para entrar em órbita, e ela simplesmente irá passar pelo satélite anão e suas luas, agregando o máximo de dados que puder. Nenhuma foto será enviada de volta para a Terra naquele dia; a sonda estará muito ocupada executando sua campanha de observação pré-programada. Assim, as primeiras imagens da aproximação deverão ser enviada para a Terra no próximo dia (15).

Na quinta-feira passada, New Horizons estava a pouco menos de 15 milhões de quilômetros de Plutão, mas a 4,6 bilhões de quilômetros da Terra. A vasta distância entre a sonda e a Terra significa que os sinais de rádio demoram aproximadamente 4,5 horas para chegar até aqui.

Fonte das informações: www.bbc.com
Via: OVNI HOJE! - n3m3

Hot da semana

Dica de filme: Coerência (Coherence) - O que há de quântico em um jantar entre amigos?

Nostradamus Profecias para 2015 - 2020. Anticristo e Invasão Alienígena

Top 10 Países Mais Racistas do Mundo

Grady Franklin Stiles Jr. - O Lagosta Assassina

O estranho e inexplicável fenômeno da chuva de pedras